Publicados


Notícias »

O Orçamento Geral do Estado para 2017 apresenta despesas que, comparadas entre si, causam, no mínimo, grande estranheza. Ressalta à vista, por exemplo, o orçamento dedicado à manutenção e conservação do Memorial Agostinho Neto – o Mausoléu. Essa unidade orçamental da Presidência da República recebe, para o presente ano fiscal, um total de um bilião e 70 milhões de kwanzas (US$ 6.4 milhões, ao câm

Negócios »

As leis fiscais não acompanharam, na mesma velocidade e com o mesmo vigor, as mudanças impostas pela globalização. Reestruturações empresariais e a expansão das economias digitais criaram significativos distanciamentos e desajustamentos das leis fiscais em relação à nova realidade mundial.

Notícias »

O massacre do cemitério de Santa Cruz, em Timor-Leste, aconteceu a 12 de Novembro de 1991. O território estava ocupado pela Indonésia. Portugal metera, como noutros sítios, o rabinho entre as pernas. A diferença de Cabinda em relação a Timor-Leste, segundo Jorge Congo, “é o petróleo”. Isto é: Timor tem petróleo que serve, entre outras coisas, para melhorar as condições de vida dos timorenses. Cab

Notícias »

Os órgãos de propaganda e comunicação oficial de Angola não se cansam de anunciar a abertura da pré-campanha para as eleições de 2017, no mês de Dezembro, cujos resultados finais já estão pré-decididos pelo Gabinete da Presidência da Re(i)pública. O slogan da campanha já está escolhido e é muito original: “Make Angola Great Again”. Traduzido para luandês esse slogan quer dizer: “Deixem o MPLA con

Opinião »

As comemorações do dia da independência nacional, 11 de Novembro, continuarão privatizadas pelo MPLA, que se arvora ser o único representante dos angolanos, desde 1975. O percurso desta gestão teve aspectos positivos, poucos, mas honra seja feita, muitos negativos, ao longo destes 41 anos, onde nem mesmo Agostinho Neto, apresentado como fundador da nação do MPLA, teve a latitude mental de, em fun

Opinião »

Atenção, muita atenção, escutem com toda a atenção: a Isabel “Galinheira” dos Santos é licenciada em Engenharia Electrotécnica pela Universidade de Londres. Não é licenciada por uma dessas reles universidade que têm esses cursos, desnecessários, de Economia ou Gestão de Empresas, como são os casos de Oxford, Sorbonne, Harvard ou Princeton.

Notícias »

Isabel dos Santos, a princesa herdeira do trono de Angola, diz que está disponível para prestar “todo e qualquer esclarecimento” na Justiça, sobre a sua nomeação (pelo pai) para Presidente do Conselho de Administração da Sonangol. Ninguém duvida que Isabel dos Santos acredita na “justiça” que, por enquanto, actua sob as exclusivas ordens do Titular do Poder Executivo (José Eduardo dos Santos), d

Notícias »

A independência foi há 41 anos. O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, está no poder há 37 anos. Nunca foi nominalmente eleito. Angola é hoje um dos países mais corruptos do mundo. Angola é hoje o país do mundo com o maior índice de mortalidade infantil.

Opinião »

"Sinceramente, fiquei estupefacto ao verificar os teus elogios a Trump e a atribuição da classificação de medíocre à performance de Obama como presidente. Discordo completamente da afirmação que fazes de que Trump foi vítima de diabolização por parte dos seus opositores. Como poderá alguém atribuir uma classificação de medíocre ao desempenho de Obama quando ele foi capaz de reverter a recessão ec

Opinião »

Na lógica de Isabel dos Santos, o MPLA, cujo presidente é o seu pai, goza de um direito natural para fazer pré-campanha; os outros não. É justamente a mentalidade de partido único. Quem apresentou a queixa contra a Engenheira não foi um partido da oposição, mas sim forças da sociedade civil. Um dos mentores da manifestação contra Isabel dos Santos marcada para o dia 26 de Novembro é um antigo adj

Notícias »

No 41º aniversário da (in)dependência angolana, a direcção político-militar da FLEC-FAC exige ao governo português justiça para Cabinda! “Este é um dia de luto, mas também de luta. Este é um dia em que os cabindas são presos, sempre pelas mesmas razões crimes e actos contra a segurança do Estado, angolano. Todos em Cabinda estão à mercê do poder, sem real protecção jurídica, os activistas de Dire

Notícias »

O ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do presidente da República, general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, acumula actualmente as funções de Estado com o exercício de cargos privados de gestão empresarial em Macau, uma conduta que viola de modo flagrante a Constituição da República de Angola.